ServeStream Clique aqui para navegar no site
ServeStream Clique aqui para navegar no site
Ouvindo Agora:

ACIDENTE NA MOGI BERTIOGA

onibus-bertioga2

09/06/2016 08h37 - Atualizado em 09/06/2016 15h25

Sobe o número de mortos em grave acidente na rodovia Mogi-Bertioga

Contagem oficial aponta que 18 pessoas morreram. Outras 28 estão feridas.
Acidente aconteceu durante a noite. Ônibus fretado levava universitários.

Alexandre Lopes e Mariane RossiDo G1 Santos

Sobe para 18 o número de mortos no acidente envolvendo um ônibus fretado que capotou, na noite desta quarta-feira (8), na Rodovia Mogi-Bertioga, no limite entre as cidades paulistas de Mogi das Cruzes e Bertioga. Outras 28 pessoas ficaram feridas, sendo duas em estado grave.

O ônibus levava universitários de Mogi das Cruzes para São Sebastião. No km 84 da rodovia, na descida da serra, o motorista perdeu o controle logo depois de fazer uma curva, atravessou a pista, bateu nas pedras, capotou e caiu em um barranco.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 15 pessoas, incluindo o motorista, morreram no local do acidente. Outras três morreram em hospitais.

Por volta das 13h desta quinta-feira (9), a polícia divulgou os nomes dos mortos na rodovia;veja a seguir:

- Ana Carolina da Cruz Veloso, 21 anos, estudante de psicologia
- Antônio Carlos da Silva, 38 anos, motorista
- Aldo de Sousa Carvalho, 26 anos, estudante de engenharia
- Daniel Oliveira Damásio, 25 anos
- Daniela Aparecida Mota Dias
- Damião Nunes Bras, 33 anos, estudante de engenharia
- Gabriela Silva Oliveira dos Santos, 22 anos, estudante de engenharia
- Guilherme Mendonça de Oliveira, 19 anos
- Janaina Oliveira Pinto, 20 anos
- Laís de Oliveira, 21 anos
- Maria Macedo de Souza
- Rafael Santos do Carmo, 18 anos
- Rita de Cássia, 19 anos
- Sônia Pinheiro de Jesus, 37 anos

Como foi o acidente
O acidente ocorreu por volta das 23h desta quarta. Segundo o delegado Fábio Pierri, o ônibus estava acima da velocidade permitida, de 60 km/h, mas a polícia ainda apura outros fatores que podem ter contribuído para o acidente.

“Inicialmente, posso falar que houve excesso de velocidade. Ele [motorista] estava a mais de 80 km/h”, disse Pierry. A viação União do Litoral, responsável pelo ônibus, nega que o veículo estivesse em alta velocidade.

“Não descartamos que o motorista possa ter dormido. Temos que montar o quebra-cabeça de tudo. A perita afirmou que o ônibus tombou na pista, foi arrastando, arrancando árvores e caiu na valeta”, afirmou o delegado.

A Polícia Civil informou que não chovia e não havia neblina no momento do acidente, mas a pista poderia estar escorregadia. A empresa do ônibus contesta e diz que havia neblina no momento do acidente.

Uma hora antes do acidente, o motorista que dirigia o ônibus, Antônio Carlos da Silva, de 37 anos, avisou a mulher, por meio de uma mensagem de celular, que chegaria mais tarde em casa por conta da neblina na rodovia.

Um dos sobreviventes disse que o ônibus estava descontrolado. “Na terceira vez que ele repetiu o movimento [de tentar fazer a curva] de forma brusca e invadindo a pista, percebemos que havia algo errado. Começaram a pedir para que colocássemos o cinto. Eu coloquei e aí começou a gritaria, as pessoas se desesperaram e percebi que o meio-fio estava cada vez mais próximo, foi quando capotamos”, disse Wanderson da Silva, de 24 anos.

fONTE: G1

Compartilhe:

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

Tags

Agenda

maio 2017
D S T Q Q S S
« fev    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031